Kids Media Lab

Tecnologias e Aprendizagem de Programação

O Projeto

O Projeto Kids Media Lab tem como base uma investigação de Pós Doutoramento, cuja questão principal de investigação passa por compreender: Como é que as crianças aprendem a programar em idade pré-escolar?

Desta forma, promovemos a aprendizagem da programação e da robótica em ambientes de aprendizagem formal e informal.

  • Não pretendemos criar programadores, mas preparar as crianças para a sua vida futura, tendo em conta que as tecnologias assumem um papel cada vez mais importante.
  • Aprender brincando e conhecer investigando são as nossas formas de trabalhar.

Neste momento o projeto encontra-se numa fase de alargamento a outros níveis de ensino (1º, 2º e 3º Ciclo de Ensino Básico, Ensino Secundário e Profissional e também, contextos familiares). A integração de novos profissionais de educação na equipa do projeto Kids Media Lab permite oferecer novas áreas de conhecimento na área das tecnologias, da programação, da robótica e da segurança na Internet.

Através deste leque alargado de áreas de conhecimento, cuja essência é a utilização adequada e integrada das tecnologias, da programação e da robótica esperamos chegar a todos os níveis educativos.

Áreas

  • Pensamento Computacional

    Ajudamos as crianças a estruturarem o seu raciocínio com desafios de dificuldade crescente. Assim, no futuro terão uma relação proveitosa com as tecnologias.

  • Programação

    Conhecemos as mais variadas linguagens de programação e sabemos quais as mais adequadas para cada idade ou objetivo. Não pretendemos criar programadores, mas ensinar a aprender com a programação.

  • Robótica Educativa

    Acompanhamos crianças desde os 4 anos, iniciando-as no mundo da robótica educativa. Orientamos projetos de robótica adequados a cada idade.

  • Segurança na Internet

    Orientamos pais e crianças, para que a relação com as tecnologias seja feita de forma consciente e segura.

A nossa Equipa

O que dizem sobre nós?

  • Este tipo de formações é muito bom pois o não ter que me deslocar é uma mais valia.

    Teresa Appleton
  • O que funciona melhor para mim é o horário e poder ser a partir de casa. Para mim é uma mais valia pois nem sempre tenho disponibilidade de horário para fazer formação mais cedo. também não domino muito bem as novas tecnologias e assim é uma formação que me permite evoluir nas minhas falhas.

    Paula Alves
  • Para mim esta metodologia é novidade. Estou a gostar da interação entre colegas e também o facto de não nos termos de deslocar que muita regularidade.Uma mais valia também é o facto de poder fazer um maior uso das novas tecnologias.

    Patrícia Oliveira
  • O facto de juntar Educadoras e Professoras de 1º ciclo e de Educação Especial e de podermos trocar ideias, ultrapassa em muito os objetivos da formação de forma muito positiva.

    Selma Oliveira
  • O que funciona melhor é a possibilidade de poder desenvolver as atividades em casa, o que permite uma maior facilidade e conforto para aprender, o que me agrada.

    Isaura Fernandes
  • Esta forma inovadora foi um dos motivos que me fez ir a esta formação.

    Maria Ribeiro
  • Penso que esta metodologia de formação à distância é muito prática e eficaz. Rentabiliza recursos económicos e temporais e permite-nos faz uma gestão do tempo adequada às nossas necessidades.

    Maria Barreto
  • Como aspetos positivos saliento a interação com a formadora, o espaço para a formação, a informação disponibilizada.

    Lina Velez
  • Gosto bastante, torna-se mais fácil gerir o tempo, uma vez que não exige deslocação. Os conteúdos são muito interessantes e contribuem para melhorar a prática pedagógica.

    Isabel Constantino

Quer receber a nossa newsletter?


kidslabHome – Kids Media Lab